sábado, 29 de junho de 2013

As bobagens

Ainda na linha do Muito Além do Peso, hoje eu queria falar de outro livro muito legal. Também é da coleção da Família Urso e ajudou bem aqui em casa.


Desta vez a Mamãe Urso percebe que seus filhotes estão mais... erm... LARGOS do que deveriam, bem como o Papai Urso, cujos fundilhos chegam a rasgar quando se abaixa. A capa do livro já dá uma boa idéia do que deveria estar acontecendo na casa da árvore (e a cara da Mamãe mostra o grau de insatisfação dela, hohoho). Por causa disso, Mamãe parte para a luta: começa dando o exemplo em casa, corta as bobagens e leva TODO MUNDO pro consultório da médica da família, para entender por que não se pode comer bobagens demais.

Esse livro também é recomendado para crianças maiores, já em idade escolar, mas se as mamães e os papais tiverem paciência para ler e explicar, os pequenos entendem direitinho o recado.

Porque nada me decepciona mais do que ouvir uma mãe dizer no consultório: "doutora, não sei mais o que fazer, eu falo, falo, mas ele/ela não me ouve, só quer comer besteiras, não quer comer comida"... e depois me confessa que SIM, mamãe e papai abastecem regularmente o armário de doces e guloseimas e que NÃO, a família não tem o hábito de fazer as refeições juntas, longe da TV. Infelizmente, milagre, pediatra ainda não sabe fazer.

E antes que achem que somos santos aqui em casa...

A mocinha aqui TEM seu armário de doces. Ela chama de "armário de gostosuras", está na altura e no alcance dela, nunca proibimos. Também tem biscoito (sem recheio), chocolate, balinhas. Mas ela tem REGRAS para consumi-los e quantidade determinada (isso também não quer dizer que ela nunca extrapola, mas como está acostumada a comer pouco, geralmente abre um pacotinho de bolinho Ana Maria, come um e larga o outro "pra depois").

E nos dias festivos, aí a jiripoca pia, como diria o Cebolinha. Hoje tem festa junina da escolinha, afe, quem é que vai ficar vigiando o que o serzinho come? Minha mãe já falou que está com vontade de canjica e arroz-doce e eu, barriguda de 19 semanas, vou me acabar nos docinhos... e segunda-feira voltamos à programação normal.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Cuidados com os dentes...

... da mamãe.

Creio que muitas mamães já devem ter ouvido falar do tal "pré-natal odontológico", mas não sei quantas devem realmente saber da sua importância e nem se fizeram durante a gravidez.

O cuidado com os dentes da gestante deve ser redobrado, pois devida a mudança hormonal, fica muito mais fácil adquirir uma cárie ou até coisas piores - e ainda com os agravantes: 

1) não é todo tipo de anestesia que pode ser feita em uma gestante,

2) procedimentos que possam levar à liberação de microrganismos na corrente sanguínea devem ser feitos sob orientação do obstetra e 

3) doenças periodontais podem aumentar o risco de parto prematuro.

Claro, não dá pra sair correndo pro dentista assim que o teste de gravidez dá positivo (e geralmente com aquela ponta de culpa de aimeudeusoquequefuifazer), mas é bom deixar marcada uma consulta com um dentista que tenha experiência no tratamento de gestantes, para o início do segundo trimestre de gestação (aquele trimestre onde você já não tem mais enjôos, tá quase descobrindo o sexo do bebê pra correr atrás do enxoval, que você acha que a barriga tá aparecendo - mas só você acha isso...).

Como na gestação da D eu não pude nem pensar em levantar da cama nos primeiros trimestres, terminei com uma gengivite do uó e uma cárie que, dois anos depois, virou um lindo e doloroso canal. Desta vez, assim que entrei no segundo trimestre, troquei a escova de dentes e fui direto pra dentista, já com a gengiva sangrando. Pois é, eis que estou novamente com gengivite gravídica e já iniciei o tratamento, para não sofrer tanto como da outra vez.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...