quinta-feira, 26 de junho de 2014

Falando um pouco mais sobre alergias

Elefante me dá alergia?

Como toda mãe, só consigo pensar direito quando meus bebês estão bem de saúde :)

Hoje, 3 meses e meio após o diagnóstico de alergia alimentar múltipla (alergia à proteína do leite de vaca - APLV - e alergia a látex), minha bebê linda está engordando, comendo bem e tomando BEM seu Neocate na escolinha, além do leite materno em casa. Felizmente, o diagnóstico foi rápido e deu tudo certo, mas quando paro para lembrar de como foi, vejo que passamos por momentos complicados e desanimadores.

Logo após voltarmos da praia, com 4 meses e meio, notamos que o cocô da bebê havia mudado. Era um cheiro horroroso, azedo, com uma cor verde esquisita, grudento, com muco por cima. Como a madrinha da Fofa é gastropediatra, ela já nos orientou a tirar o leite da minha alimentação, já que a bebê só mamava no peito. Melhorou... por 15 dias. Aí voltou tudo de novo.

Ou melhor, aí piorou.

Começou a apresentar urticária peri-oral quando comia papinha de legumes. Fez isso com batata, cenoura, frango e carne bovina. Tiramos tudo e ficamos sem entender nada. Até que brincou com um bico de látex e...

Manhêeeeeeee

Fez isso aqui.

Quase infartei.

Isso fechou o diagnóstico de ALERGIA A LÁTEX. 

Como fiz residência em Alergia e Imunologia Pediátrica, sabia que teria que tirar os alimentos látex-like da alimentação dela, mas sabe como é mãe. A gente nega até o fim. Então fomos na minha professora da faculdade...

... a lista é gigante. Fruta, só melancia é permitida. Batata, nem pensar. Cenoura, muito menos. Soja? Pffff...

Então restringimos a alimentação. Dela e MINHA, porque ainda amamento. Tive a opção de não amamentar e dar só o Neocate, mas não tive coragem. Eu gosto de amamentar e a bebê só dorme no peito (casa de ferreiro...). Emagreci 4 kg, meus cabelos caem, tomo cálcio pra suplementar, mas nada me deixa mais feliz do que ver a bebê engordando. O maior elogio aqui de casa é falar que ela está pesada.

Virei a chata do rótulo e quase não saímos para comer fora. Vamos em festinhas, mas levo uma big marmita, a minha e a da bebê. Por enquanto, como ela é pequena, isso não nos dá problema. O único problema que temos é a Fofa que espalha migalhas de alimentos com leite pela casa quando come, porque não posso restringir a alimentação dela nessa idade.

Para maiores informações:


quarta-feira, 11 de junho de 2014

Pipo e Fifi

Já ouviram falar nos monstrinhos Pipo e Fifi?

Criados por Caroline Arcari, pedagoga especialista em Educação Sexual, fazem parte de uma forma lúdica de abordar um tema muito sério com as nossas crianças: o abuso sexual.

Instituto CORES

O livro está disponível para download gratuito no site do projeto, mas você também pode comprar uma cópia física para ler com seus filhos ou crianças que conheça e queira ajudar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...